...............................................................................................................................................

The aim of life is appreciation; there is no sense in not appreciating things; and there is no sense in having more of them if you have less appreciation of them.


..........................................................................................................Gilbert Keith Chesterton
....................................................................................................................................................

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Afinal o que se passou foi isto

Numa turma estava uma professora e várias crianças a trabalhar com papel e fita-cola. As crianças estavam irrequietas, não se calavam, e a professora, na brincadeira, ameaçou-os que lhes punha fita-cola na boca. Um dos miúdos respondeu: "Ponha, professora, ponha!" A professora pôs, perante o riso de todos, incluindo o próprio. Ao verem aquilo as outras crianças também quiseram, e a professora fez-lhes a vontade. Depois achou que já chegava de brincadeira, tirou-lhes a fita-cola e a aula prosseguiu em boa paz e perfeita normalidade.

Em suma: aquilo que eu já suspeitava ser quase inócuo revelou-se afinal perfeitamente inócuo.

Tudo teria ficado por aqui se entre os pais das crianças não estivesse o famoso "Bruxo de Fafe", que viu neste episódio uma oportunidade de se promover. E vai de apresentar uma queixa por maus tratos contra a professora. E imediatamente - até parece que por bruxaria - se transformou uma banalidade num horror.

Moral da história: ninguém diga que não se deixa enganar por bruxos. Nem mesmo gente tão culta e sofisticada como o Daniel Oliveira.

6 comentários:

Mario disse...

Caro José Luiz,

Antes de mais, peço desculpa por estar a contactá-lo desta maneira, mas, como desconheço o seu e-mail, não tenho outro meio de o contactar. Pertenço à comissão instaladora de uma associação de professores recentemente formada , a APEDE, cujo núcleo de Sintra está a organizar um encontro nacional de professores para os dias 25 e 26 de Abril. A ideia é comemorar o 25 de Abril com uma estadia em Constância e Almourol na qual actividades recreativas serão acompanhadas de sessões de reflexão e de debate sobre diversas dimensões do estado a que chegou o sistema educativo em Portugal e sobre os caminhos para repensar e revalorizar a escola pública. Estou a enviar-lhe esta mensagem a fim de saber da sua disponibilidade para participar nesta iniciativa, nomeadamente nos painéis de debate que tencionamos organizar. É nossa convicção que o Luiz é das pessoas que melhor reflectem em Portugal sobre o ensino e seria para nós um prazer tê-lo nesta iniciativa. Para mais pormenores, poderá consultar o blogue o núcleo de Sintra da APEDE: http://defendeaprofissao.wordpress.com/
Julgo que, associada a esta mensagem, estará a indicação do meu e-mail para onde poderá responder.
Com os melhores cumprimentos,

Mário Machaqueiro

Range-o-Dente disse...

Veja de gosta desta:

http://fiel-inimigo.blogspot.com/2008/04/esquerda-estpida-autoridade-e-poder.html

.

José Luiz Sarmento disse...

Caro range-o-dente:
Já o li, gostei e deixei lá um comentário.

PintoRibeiro disse...

Oportuno...os tribunais que decidam.

H disse...

É exemplar a forma como uma brincadeira inofensiva é usada para denegrir pessoas e instituições!
A "mediatização" irresponsável, tem aqui um paradigmático exemplo!

alf disse...

A verdade é algo sempre coberto de camadas e camadas de mentiras. Sempre foi assim, concerteza, o drama actual é o aparecimento da net e dos blogues que vão tirando algumas dessas camadas.

Também acabei de ver na TV a policia a apanhar uns "carjackers"... hummm, que oportuno, uma prisão em directo a meio da noite...

Já agora, a história da aluna e do telemóvel também é muito mais complicada do que se disse... a acreditar no que vinha escrito o jornal " O Metro"...