...............................................................................................................................................

The aim of life is appreciation; there is no sense in not appreciating things; and there is no sense in having more of them if you have less appreciation of them.


..........................................................................................................Gilbert Keith Chesterton
....................................................................................................................................................

domingo, 9 de novembro de 2008

Atenção, que eles vão jogar sujo

O Ministério e as cúpulas sindicais (que eu não confundo com os Sindicatos) vão pôr as suas centrais de desinformação a funcionar a todo o gás para nos convencer que a Manifestação do dia 15 foi desconvocada.

Atenção, colegas: A MANIFESTAÇAO NÃO FOI DESCONVOCADA! Continua convocada para a Praça do Marquês de Pombal, em Lisboa, no dia 15 de Novembro às 14:00.

Por favor divulguem.

9 comentários:

fjsantos disse...

José Luís,
Há que ter calma, que apesar do papão dos sindicatos, os promotores de dia 15 ainda têm quem os defenda:

«A Fenprof o PCP e o Anacleto, promoveram à insignificância a próxima manifestação genuinamente de Professores, marcada para o dia 16 de Novembro.
Novembro 8, 2008 by anti-tretas»

http://antifalsospedagogos.wordpress.com/2008/11/08/a-fenprof-o-pcp-e-o-anacleto-promoveram-a-insignificancia-a-proxima-manifestacao-genuinamente-de-professores-marcada-para-o-dia-16-de-novembro/

Rica companhia, hein?

X disse...

Agora já não!
Agora é preciso que todos,mas TODOS, se abstenham de entregar seja o que for, nas suas escolas!

Apoio a ideia de luis c:
Greve, por tempo indeterminado, a partir das 17.30!!!

Força!!!Só se nos unirmos podemos vencê-los!!!

Anónimo disse...

Este aviso foi, de imediato, colocado a circular.

Anónimo disse...

Excelente aviso.

Coloquei-o, de imediato, a "circular" por blogues e mails.

Isabel M.

Anónimo disse...

Espero que os professores que forem à manif do dia 15, tenham mais alguma coisa para dizer (e o digam melhor) do que estes:

http://br.youtube.com/watch?v=smU1s63XK6k

Tristeza. Só faltou o Nogueira.

José Luiz Sarmento disse...

Caro anónimo:

Uma manifestação não é um simpósio de filósofos. Não espere ouvir análises muito reflectidas dum participante numa manifestação.

A pessoa a quem enfiam de repente um microfone na cara e responde com uma idiotice, uma banalidade ou um slogan pode muito bem ser a mesma que noutras circunstâncias diz coisas profundas, reflectidas e informadas. E isto nem sequer é grave. Exigir que fosse doutra maneira é que é revelador de má-fé.

Há décadas que os professores tem muito a dizer sobre a escola e o ensino. Mas não tinham tempo de antena: quem conseguia ser ouvido era o Governo, as cúpulas sindicais, e mais ninguém. De repente apareceu uma revolução tecnológica: há blogs, há E-mails, há telemóveis, e os professores passaram a ter os meios de dizer a toda a gente o que antes só podiam dizer uns aos outros.

Se quer saber o que os professores têm a dizer, não ligue a televisão. A televisão mente sempre, até quando não quer mentir. Numa manifestação, se o repórter puder escolher entre entrevistar um manifestante mais exaltado e outro mais calmo, entrevistará sempre o mais exaltado: dá mais espectáculo, faz subir mais as audiências.

Nunca, mas mesmo nunca, acredite no que vê na televisão.

Se quer saber o que os professores pensam há muito tempo, vá aos blogs. Se começar pelo meu, encontrará muitos links, e nesses encontrará muitos mais. Depois exerça a sua capacidade crítica, veja o que faz sentido e o que não faz, e forme uma opinião que valha alguma coisa.

Porque se a formar apenas com base no que vê na televisão, a sua opinião valerá o que vale a informação televisiva, isto é: exactamente zero.

José Luiz Sarmento disse...

fjsantos:

Dizia o roto ao nu: porque não te vestes tu?

Não vamos falar em boas e más companhias, está bem?

setora disse...

Belíssimas respostas, José Luis.

Margarida disse...

Lá estaremos J.L.S.!
Abraço solidário,
M.