...............................................................................................................................................

The aim of life is appreciation; there is no sense in not appreciating things; and there is no sense in having more of them if you have less appreciation of them.


..........................................................................................................Gilbert Keith Chesterton
....................................................................................................................................................

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Lá como cá, há quem tenha saudades da ditadura

Muitas pessoas que comparam o capitalismo realmente existente com o comunismo abstracto que têm na cabeça preferem o capitalismo. É natural e é legítimo, especialmente se a sua noção abstracta de "comunismo" não incluir, desonestamente, as sociais-democracias do modelo escandinavo.

Surpreendente é que, entre as pessoas que tiveram a oportunidade de comparar pessoalmente o comunismo realmente existente com o capitalismo realmente existenteo consenso anti-comunista não seja tão alargado.

A nossa direita, tão escandalizada por Portugal ser "o único país da Europa" em que os votos somados do PC e do BE atingem os 20%, esquece-se de metade Leste da Europa, onde a preferência pelo comunismo nunca fica atrás dos 30% e chega a ultrapassar os 70%. Sim, até mesmo na ultra-conservadora e neoliberal Polónia.

Uma das razões que as pessoas inquiridas dão para não serem anti-comunistas é a mesma que dão em Portugal para não serem anti-salazaristas: o regime pode ter sido tirânico, mas só 6% dos inquiridos foram vítimas directas dessa tirania. Daí que não se sintam hoje pessoalmente mais livres do que eram antes; mas sentem-se menos seguras.

3 comentários:

donatien alphonse françois disse...

José Luiz:
«O Prémio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web».
Recebi esta distinção do Rogério Pereira da "Conversa Avinagrada, o que muito me honra.
O Prémio Dardos tem as seguintes regras: Exibir a imagem do Selo no blogue; Revelar o link do blogue que me atribuiu o Prémio; Escolher 10, 15 ou 30 blogues para premiar.


Assim escolhi alguns blogues que frequento e que considero merecedores de tal insígnia...

RioD'oiro disse...

LS:

"É natural e é legítimo, especialmente se a sua noção abstracta de "comunismo" não incluir, desonestamente, as sociais-democracias do modelo escandinavo."

A social democracia escandinava é um mito. É um mito porque se pretende que esteja hoje em vigor mas, a verdade, é que foi abandonada vai para uns 20 nos.

A desonestidade mora noutro lado.

O período em que a social democracia escandinava esteve no poder foi o da estagnação. Já nessa altura a escandinávia era rica e tornou-se rica durante um período anterior de liberalismo.

Alguns anos de social democracia foram suficientes para que os locais percebessem que estavam a perder pedalada e, desde essa altura, apenas traços dessa social democracia se mantêem em vigor tendo sido reposto um estado grosso-modo liberal.

RioD'oiro disse...

http://fiel-inimigo.blogspot.com/2008/02/terceira-via.html

Cumprimentos.