...............................................................................................................................................

The aim of life is appreciation; there is no sense in not appreciating things; and there is no sense in having more of them if you have less appreciation of them.


..........................................................................................................Gilbert Keith Chesterton
....................................................................................................................................................

sábado, 30 de maio de 2009

50.000 ou 80.000, pouco interessa

A afluência à manifestação dos professores prova que a fraca adesão à última greve não foi sinal de desmobilização nem de desânimo. Prova que os professores se estão a preparar para uma longa e dura campanha e que têm consciência que a corrida agora é de fundo.

A ministra lá voltou a dizer "falem para aí, que a mim entra-me por um ouvido e sai por outro"; mas já não consegue esconder, nem a si própria, que os professores começam finalmente a ser ouvidos. Talvez um dia, não muito longínquo, possamos dizer que perdemos a ministra mas ganhámos a República.

2 comentários:

rendadebilros disse...

Ontem , Pm e ME enervaram-se muito... porque seria?

JOSÉ LUIZ SARMENTO disse...

Ora porquê? Porque se deram conta daquilo que nós próprios não sabíamos até ontem: que estamos preparados para o longo curso. O que significa que não nos vão derrotar, nem com uma improvável maioria absoluta, nem com esse autêntico golpe de Estado que seria uma coligação pós-eleitoral entre o PS e o PSD.